2/09/2013

Just Like A Dream Cap 10- Ó as ideia!




Niall me beijava calmamente e eu correspondia do mesmo jeito, só que isso é meio estranho... Sei lá, não sei o porquê me sinto tão insegura... Toda vez que vejo o Niall, assumo sentir um certa atração, mas tenho um pouco de medo que tudo isso que eu “sinto” seja só porque eu o acho amigável e legal... deu pra sacar?
- Niall... - descolei nossos lábios. - Er.. eu.. Eu tenho que ir!
- espera! Juuh! - me virei e fui pra casa, que não estava tão longe.
Cheguei na mesma fechando a porta com tudo e pulando no sofá.
- o que foi? - perguntou Elo e no mesmo instante o telefone começa a tocar. - Alô? - o que foi isso Juuh? Por que fugiu? - oi, Niall! - NIALL QUEM? - a Juuh? - olhou pra mim e eu fiz um sinal de não. - ela não ta! - suspirei. - ela foi comprar... Alface! - comprar alface? Tantas coisas e ela falar e ela fala comprar alface? - Quando ela chega? - olhou pra mim.
- fala que eu vou demorar! - cochichei.
- é que ela foi comprar alface no Egito! - bati na minha testa. Egito?? - Ok!! Beijos! - desligou o telefone.
- então?
- ele vai vir aqui amanha! Nem sei por que avisa... - sentou do meu lado. - O que houve? - mexeu no meu ombro.
- bem... é complicado....eu e ele estávamos voltando normalmente e do nada, tipo: do nada, nos beijamos! - ela abriu um sorriso maior que o rosto.
- beijaram?? OMJ! Como assim? – pulou em mim.
- eu não vou repetir!!
- e por que não queria falar com ele??
- porque eu fugi!
- o que?? Juuh!
- ah, Elo! Eu não sei o que aconteceu! Parte de mim queria, outra não! - me encarou.
- já sei! - a encarei confusa. - Você está misturando seu amor pelo Niall com o jeito que gostava dele antigamente!
- hãm?
- o que você achava da criatura loira antes de se conhecerem?
- ah... Ele era fofo...
- e agora?
- ele é lindo, meig... - ou droga! Ela tem razão! - Ah Lo! Eu prometi pra mim mesma que eu não ia me aproximar deles!
- tarde de mais!
- aff
- aff o que garota? Você está apaixonada! Não tem que ter aff!
- eu não to apaixonada! - soltou uma risada.
- ó as ideia! - depois disso a criatura teve um crise de riso.
- vou fingir que você é normal!
- finja! - limpou poucas lagrimas. - eu deixo! - mostrei a língua.
- eae? – quebrou um silêncio, que até então, estava bom.
- ‘eae’ o que ?
- o Niall beija bem? – eu não acredito ¬¬ - Não minta!
- beeeeeem....sabe...
- aown, ele beija!
- talvez! – não consegui conter um sorriso.
- aaaow’t, imagina: Juuh + Niall= Jiall!
- eu não ouvi isso! Eu não acredito, Elo!
- pode acreditar! – rimos. – Mas então, vocês vão namorar?
- ah Lo, sei lá... E SÓ FOI UM BEIJO AMIGAVEL!
- uhum, ok...
- quer saber? Eu vou subir e dormir um pouco! Tenho muita coisa na minha cabeça.
- quer alguma coisa? – nos levantamos.
- não, valeu! – subi as escadas virando no meu quarto e me jogando na minha cama.
Minha cabeça estava a mil. Eu sinceramente não sei o que houve! Em uma hora eu estava quase pulando em seu pescoço e em outra fugindo. Por que raios eu fugi? Medo talvez? Quem sabe?
Passei a mão no rosto tentando esquecer isso, seja lá o que for acontecer, só acontecerá amanha, porque estou ficado com uma puta de uma dor de cabeça e além do mais eu to com sono.
Me arrumei no travesseiro e em minutos cai no sono, com apenas um pensamento na cabeça: Niall.


Elo’s POV.

Mas onde está a comida dessa casa? Não tem merda nenhuma na geladeira e como vou fazer a janta?! Vou ter que fazer algo que não suporto: ir às compras!
Peguei minha carteira a colocando no bolço, meu celular e deixei um bilhete pra Juuh caso ela acordasse eu não tiver voltado.
Fui caminhando pela calçada mesmo e enquanto passava por uma praça algo me chamou a atenção.
- o que estão fazendo? – me referi a três criaturas observando sei lá o que.
- QUE SUSTO, MULHER! – berrou Louis e o restante me encarou.
- shiiiiu! – Harry cuspiu na minha cara.
- cadê o Kurt? – perguntei.
- ele ia pra casa hidratar o cabelo. – disse Zayn como se fosse a coisa mais comum do mundo.
- ele deu em cima de mim! – cochichou Harry e eu tive uma crise de riso.
- mas, o que estão fazendo? – me abaixei no arbusto junto a eles.
- observando o Liam!
- por quê? – o procurei com os olhos e achei o mesmo sentado em um banco.
- ele está daquele jeito faz uma hora!
- e por que estão aqui em vez de lá?
- por que estamos esperando algo mais emocionante acontecer, ué! – Louis fez uma voz engraçada.
- vocês são uns bobões! – me levantei.
- aonde você vai?
- vou falar com ele!
- nãããão! – me levantei e fui a uma direção (Kkkkkkk sacou?? Hein? Kkkkkk ), que por sinal era o banco.
- Liam? – me encarou.
- oi... – esse ‘oi’ foi um tipo: vai embora, não ta vendo que eu quero ficar sozinho, o mula!
- posso me sentar? – hahahah ta vendo como sou uma ótima amiga?
- pode... – e esse ‘pode’ foi um: NÃO!
- o que Liam Payne está fazendo sentado em uma pracinha? – me sentei do seu lado.
- eu só estava pensando.
- em? – fui o mais delicada possível.
[N/Juuh: como é chata, senhor creio em Deus pai!] [N/Liam: é o que eu fale!] [N/Elo: u.u todos me amando]
- prefiro não falar sobre isso! – nesse instante um única coisa veio em minha mente: Danielle. Ele só fica assim por causa dela, e deve ser o que o perturba agora.
- tudo bem, eu entendo! – ver aquele rostinho triste me deprimia. – Sabe, Liam? Uma vez eu comecei a namorar um carinha, ficamos uns 3 meses juntos, só que um dia ele simplesmente terminou comigo, por mensagem de texto! – ele pareceu surpreso quando me olhou.
- e o que você fez?
- eu segui em frente! A vida segue, e se não era pra ser, eu não posso simplesmente me corroer por dentro imaginando o que fiz de errado. Só sabemos quando é paixão, quando sentimos – o encarei – algo totalmente diferente... – ele voltou a encara o chão.
- como sabe que meu problema é amor?
- eu tenho dons! – riu e ficamos em silêncio.
- eu pensava que iriamos ficar para sempre! – quebrou o constrangimento. – Mas eu me enganei...
- sinto muito por vocês! Eu sei que vão se resolver! – eu praticamente cuspi as palavras, eu não queria que eles voltassem, mas ver um Liam feliz é muito melhor do que um Liam sozinho e solitário.
- eu não quero resolver. – não sorria, Eloisa, não sorria.
- por quê? Pensei que se gostavam! – ainda estava contendo o sorriso.
- eu não aguento mais brigas! – sorriu de lado.
- você que sabe, Payne! – me levantei. – Tchau, Liam! – acenei de leve e segui meu caminho até o mercado com um breve sorriso.
- Ei! Elo! – me virei encarando Liam Gostoso vindo em minha direção. Se isso acontecesse a um mês atrás eu ia parecer uma Taylor Swift gritando (galinha tendeu??? Kkkkkk to cheia da graça hoje). – Você não quer jantar comigo! – PERA! OI? Fala da novo pra eu gravar Liam!
- er... bem, pode ser, mas se prepara porque eu to com fome!
- ok! – rimos.
- podemos passar no mercado antes? – fiz um biquinho.
- podemos... – riu e fomos no mercado.
Chegamos rapidamente e fiquei imaginando como os meninos reagiram quando eu sai com o Liam, devem ter ficado com uma cara de bunda...
- ACHEI! – berrei quando encontrei a última caixa de massa de lasanha, atraindo um monte de olhares.
- ai, Elo, assim você me envergonha! – fez voz de gay e eu comecei a rir.
- ta, agora só o refri e podemos ir.
Fomos até a ala de bebidas e eu peguei uma coca, só que meio que acidentalmente eu derrubei a mesma depois de chaqualhar pra caramba e meio que ela estourou...
Eu e Liam começamos a rir feito javalis e quando uma tia escorregou nós nos mijamos.
Deu que eu tive que pagar o refri estourado e uma calça nova pra tia, mas foi hilário... Fomos pra casa do Liam e pra eu fazer minha lasanha que ele duvidou ser boa. Quando abriu a porta eu joguei as sacolas pra cima e corri pra abraçar a Lily. MAS QUE FOFURA GENTE!! QUE COISA FOFA!
- cuidado pra não deixar ela sem ar, viu? Cachorros precisam de ar! – disse irônico e eu ri a colocando no chão.
Com o corpo todo grudento, tentei prender meu cabelo, que estava mais duro que pedra, e comecei a fazer minha lasanha.

Juuh’s POV.

“Seuuuus amiguinhos, os beckiadigans, juntos nós somos os... “
Minha cessão disvorery kids foi interrompida pelo barulho da porta revelando a vaca da minha melhor amiga.
- ATÉ QUE EFIM ELOISA! – pulei no seu colo. – O bilhete dizia “volto em 20 minutos” – afinei a voz. – Tu demorou 3 horas! – ela me jogou no chão e só então reparei no sorriso bobo em seu rosto.
- ai, Juuh! – começou a saltitar pela casa.
- Elo, você jurou pra sua mãe que não estava se drogando! – riu e nós sentamos no sofá.
- a vida é tão linda! – coitada, ta se drogando mesmo.
- o que aconteceu?
- o que aconteceu? Eu estou com um sério grave de Paynesite aguda! – disse rindo e nós duas tivemos um crise de riso.
- omg’ vocês ficaram! – o sorriso dela sumiu.
- não.
-aff! Tua leza!
- a desculpe “Srta. fugi dos lábios do Niall” – riu sozinha.
- cri cri cri.
- eu odeio isso!- sorri. – Mas, não, não ficamos. Ele acabou de terminar um relacionamento! – me espantei, ele terminou com a Dani! – E quando estávamos quase... a Lily interrompeu pulando no meu colo! – fez bico e eu tive outra crise. – isso, ria da minha desgraça!
- eu já to rindo!
Ficamos conversando mais um pouco, então (SEM EU JANTAR) caímos no sono.




Oiiiiiie
Tudo beeem com vcssss?
Espero que tenham gostado desse cap, escrevi com
carinho e amor *-*
-só que nunca...
Mentira...
ok...
Então, né? A JUUUUH VOLTOU! 
~ dança sensualmente sexy ~
^^^^^^^^^^^^^^^^^^
Em homenagem a minha caramelo 
Muittttttooo obrigada pelos lindos comentários
e continuo HOJE com 4!
Talvez eu não publique amanha, por que eu vou sair o dia inteiro
então se quiserem mais um hoje, leia a 13ª linha.
Malikisses & Paynekisses
Lo <3

4 comentários: