1/06/2014

Capítulo 47 de Just Like a Dream

Oiee gente. Eu finalmente lembrei de postar o capítulo perdido de Just Like a Dream. Desculpem a demora garotas (desculpem msm) e agradeçam a leitora linda e maradiva Thai pq senão eu teria esquecido dnv e demoraria mais meio século!
Está aí! Aproveitem e desculpem mais um vez.
PS.: eu n lembro o nome por isso coloquei outro ta?


Just Like a Dream Cap 47 - A Justiça é justa.

“CAMARÃO, CAMARÃO, CAMARÃO COM PÃO, CAMARÃO, CAMARÃO DISSE O MECHILÃO. CAMARÃO, CAMARÃO, CAMARÃO COM PÃO...”
- Eloisa, atende a merda do celular! – levei um chute na cara, o que me fez levar um susto.
- Que? –abri meus olhos lentamente e com um pouco de dificuldade levantei meu tronco. – Que aconteceu?
“CAMARÃO CAMARÃO CAMARÃO CAMARÃO CAMARÃO CAMARÃO CAMARÃO CAMARÃO”
- Mas... hein? – levantei feito bêbada, me espreguicei e quando estava mais próxima do celular, saí rolando pelo chão. – Ai! – levei minha mão até a mesa a apalpando e pegando o pequeno retângulo branco. – Alô?
- Eloisa, onde você está?
- Oi pra você também, Juuh! – falei bocejando e esfreguei meus olhos.
- Oi, Lo... Assim, eu até te daria oi antes, se não fosse por sua casa que me acordaram.
- Hãm? Como assim?
- O pessoal da creche ligou pra saber onde você estava! Não ia trabalhar hoje? – nossa, é verdade, eu trabalho esse sábado.
- Droga, Juuh!
- É. “Droga, Juuh!”. – ri. – Da próxima vez de seu celular pra eles!
- Ta bom, valeu Juju!
- Vaca. – ri
- Vou me arrumar. Tchau!
- Beijos! – ia desligar. – E NÃO ESQUECE QUE VAMOS LEVAR NOSSAS MÃES PRA JANTAR HOJE, HEIN?
- Ok, eu sei!
- Tchau, Lozinha! – agora desligou.
Taquei o celular na mesa e me levantei, porque até agora estava deitada no chão feito uma mendiga. Dei uma rodada e me deparei com o Liam. Ele estava deitado no sofá, sua cara estava de muito sono, contudo, estava mais lindo do que nunca. Seu pequeno topete não estava a mostra, ao contrário, seus cabelos ralos estavam bagunçados, sua cara amaçada, e pálida, e seus olhos, brilhavam como diamantes.
[N/Juuh: Shine Bright Like a Diamond]
-Bom dia! – exclamei indo até mais parto.
- Faz um favor? – se sentou e eu concordei, me sentando juntamente ao seu lado. – Troca de toque.
- Soltei uma risada.
- Posso pensar no seu caso?
- Não. – enrosquei minhas pernas na sua cintura. – Seu toque é o mais insuportável da história!
- Eu sei! – ele riu.
Nos encaramos. A pouca luz que vinha da janela era nossa única iluminação, e Liam, lindo como sempre, acariciou minha bochecha e puxou meu rosto para próximo do seu.  Juntamos nossos lábios para um perfeito e delicado beijo. Um beijo de tirar o folego. Seus lábios macios, quentes e úmidos entravam em contato com os meus, o que causava uma certa sensação relevante a todas as outras.
- Liam... – separei nossos lábios e sussurrei seu nome. – Eu tenho que ir. – sua feição passou de fofo apaixonado, pra fofo bravo.
- Você interrompe o melhor beijo da minha vida... Pra falar que vai embora! Pra onde? Hoje é sábado!
- Eu vou trabalhar hoje! – lhe dei um selinho. – E vou levar minha mãe pra jantar a noite!
- Hunf. Fica... Num vai naum!
- Liam, meu amor, não dê um de mimado! – ele mostrou a língua.
- Not really sure how to feel about it. Something in the way you move, makes me feel like I can't live without you. It takes me all the way. I want you to stay. – “Não tenho muita certeza de como me sentir quanto a isso. Algo no seu jeito de se mexer, faz com que eu acredite não ser possível viver sem você. Isso me leva do começo ao fim. Quero que você fique.” *-* ele cantando essa música = vida.
- Liam, cantar Rihanna não irá ajudar sua situação! – ele riu.
- Vai se trocar cabeçuda! – é isso mesmo que vocês ouviram. Têm várias roupas minhas aqui, pra quando eu “acidentalmente” dormir no apartamento. – Eu vou fazer um café rápido.
- Okeey! – sai de cima dele e fui até o quarto, eu pude me trocar normalmente. Lê-se: 100% apressada pra não me atrasar pro trabalho. – Aown! – cheguei na cozinha. Tomei meu leite mais rápido do que uma cabra e comi minha torrada.
- Nossa, Elo, só não engasga!
- Foi mal! – quase cuspi minha torrada coitada. – Relaxei de mais no sofá com você cabeção. – lhe dei um beijo. – Tenho que ir!
 - Tchau.
Me virei e fui em direção a porta.

Juuh's POV.
- Snif snif... - peguei mais uma pipoca e limpei as lágrimas. - Porquê você, Dumbledor? Tanta gente pra morrer e justo você? O mundo todo poderia morrer, mais não. Quem morre é você!
- Olha eu entrando! - escutei a voz fina e esganiçada de Louis.
- Nossa que novidade! - disse sem tirar os olhos da TV.
- Juuh, você estava chorando? - sentou do meu lado e enfiou trezentas pipocas na boca. - Ta com o olho vermelho! - foi quase que indecifrável essa frase.
- 1º, não fala de boca cheia. 2º, to vendo Harry Potter 6 e você quer que eu não chore?
- AAAAH, entendi! - e voou pedaços de pipoca babados na minha cara.
- QUE NOJO LOUIS! Vou começar a andar com um guarda-chuva pra falar com você! - ele riu.
- Mas então, cade todo mundo?
- Minha mãe e a dona Rosi saíram com o Zayn, - pois é... - a Elo, provavelmente está trabalhando e a dona Ivani ta lá em cima vendo filme do Bruce Willis!
- Serio? Que filme?
- Sei lá... - dei de ombros. - O Quinto Elemento talvez... Quem sabe?
- Hum... - Louis se fez de pensativo e nós rimos. - E os meninos?
- E eu lá vou saber, a banda é sua, não minha! - peguei mais uma pipoca.
- G.r.o.s.s.a. - mandei um beijo pra ele.
- JUUUH?! ELOO?! DONA IVANI?! ALGUÉM? - minha pipoca saiu voando e quando me dou conta e recupero-me do susto que levei, percebi que quem fez esse maior escândalo foi a Larissa invadindo a minha humilde residência.
- Que susto, menina! O que aconteceu? - me levantei e limpei meu colo todo sujo.
- Larissa, não faça mais isso! - disse Lou de um jeito bem gay nível bicha assumida.
- Juuh, eu preciso falar com você!
- Okey. Fale. - se sentou do meu lado e quando ia começar a falar, ela encarou Louis.
- Louis?
- Hum?
- Chispa! - olhou para a escadas.
- Que? Ta me expulsando?
- To. Tchau... Vai logo! - ele colocou a mão no coração se fingindo ofendido e foi em direção as escadas.
- Vou ver o Bruce com a Dona Ivani! Pelo menos ela gosta de mim! ELA ME TRATA COM CARINHO E DEDICAÇÃO! ELA ME AMA! E EU SOU O NETINHO ADOTADO DELA, PORQUE A JUSTIÇA É JUSTA E... - taquei uma almofada nele. - Ok, to indo! - e finalmente subiu as escadas.
- Ok, pode falar! - ela abriu a boca pra falar novamente.
- CHEEGUEEEI! - e então a Eloisa estraga --'. - Olá, minhoquinhas lindas do meu coração! - ela tacou a bolça no chão, deu um beijo na Lari, uma babada em mim e se jogou no meu colo. - E então? Do que falam?
- A Larissa estava tentando me contar o que aconteceu, mas você atrapalhou... Como sempre atrapalha. - ela mostrou a língua.
- O que houve, Lari?
- Se vocês deixassem eu falar né? - sorrimos. - Bem... Ontem a tarde, eu vim aqui! Só que vocês não estavam e chegou a um ponto que o Harry foi me levar pra casa...
- Mas sua casa é aqui do lado!
- Eu sei! Agora cala a boca e escuta! - Ai - Então, aí começamos a conversar e nosbeijamosassimdonada...
- VOCÊS O QUE? - eu e a ruiva perguntamos juntas.
- É, mas espera que eu não acabei...
- Não? O que houve? Ele te pediu em namoro? - perguntei.
- Não, e... - Elo a interrompeu.
- Vocês não estão namorando... Aah já sei! Ele te chamou pra sair?
- Não, ele s...
- Não??
- Deixa eu falar? - concordamos e ficamos quietas. - Bem... E naquela mesma noite...

Zayn's POV.
Eu sou um idiota! I-d-i-o-t-a. Eu não devia ter feito isso! Ela deve estar toda confusa, pirada, louca... Nervosa? Droga de extintos ciumentos. Droga. Droga. Droga.
- Zayn? Está tudo bem? - perguntou Dona Paula. - Está tão quieto!
- Não é nada. Desculpe.
- Zayn, não precisa se fechar! As vezes, com você contando seus problemas podemos até resolve-lo! - essa foi a mãe da Elo. - É uma garota?
- Como sabe?
- Menino! Eu tenho duas irmãs e três filhas! Eu sei a cara de alguém apaixonado, de alguém com coração partido e de alguém com caganeira! - ri.
- Pode falar Zayn!
Suspirei. Minha cabeça girava e acho que desabafar um pouco vai ajudar.
~ flashback on ~
Eu estava deitado na cama, escutando o Harry tagarelar sobre ele e a Lari. O beijo. Coração a mil e blá blá. Eu amo o Hazza, mas de algum modo, aquilo estava me irritando, me deprimindo... Enciumando.
- Harry! Será que da pra parar? Já está irritando!
- A cara, acho que vou pedi-la em namoro! - O QUE? Não! Ele não pode fazer isso! Não. E não... Porquê não? Porquê eu estou agindo de tal maneira? A Lari é só minha amiga... Não é? 
Merda. Eu quero saber o por que de isso acontecer comigo.
Após Harry calar a boca e cair no sono em cima de mim, suas palavras não saiam da minha cabeça. Eu... Eu não quero perder a Lari... Não quero. Não posso.
- O que eu faço? - questionei pra mim mesmo e encarei a janela com algumas gotas em seu vidro.
A chuva estava forte. Muito forte. E dentre desses pensamentos encarando as gotas, uma ideia veio a minha cabeça... Um pouco idiota... Talvez muito. Mas algo dentro de mim pedia que eu fizesse isso.
~Flashback off~

Juuh's POV.
- Espera... - interrompi. - Me explica melhor isso!
- Ele chegou no meio da noite, lindo e molhado e simplesmente me beijou.
- Beijou? Assim... Beijou por beijar? - taquei uma almofada na Eloisa.
- Mas... Porquê ele fez isso?
- Eu não sei! - cruzou os braços... Simplesmente não sei. E o pior é que... - ela parou de falar.
- Que...? - incentivei-a.
- Eu não sei qual deles eu gosto mais! - suspirou.
- Visssh. Eu conheço essa história e sei como acaba! - disse a ruiva.
- Como?
- Assiste Violetta que você descobre! - revirei os olhos. - Mas uma coisa é certa, Lari... Você tem que seguir seu coração e... - ela mesma se interrompeu - Eu vou mudar de discurso porque esse é muito clichê! - concordamos. - Vamos analisar assim: qual dos beijos foi mais emocionante?
- Ah... Sei lá...
- Não Lari. Tem que ter tido um que fez borboletas na seu estômago, ou fogos de artificio.. Coisas assim... - tentei ajudar, porque é verdade. Quando nossos lábios entram em contatos com os da pessoas que amamos, é outro sentimento.
- Bem... É difícil...


2 comentários:

  1. *--* , suua DIVA *--* sou sua fã ! *--*

    ResponderExcluir
  2. Divulga pra mim por favor?http://imaginescomonedirectionalways.blogspot.com.br

    ResponderExcluir