12/14/2013

Breakaway Cap 18 - BUM!



Zayn ainda estava encostado na porta, esperando por Harry. Até agora nada os tinha incomodado e esperava que fosse assim até eles saírem dali.
O garoto cantava mentalmente mexendo o corpo de um lado para o outro de um jeito bem discreto quando ouviu um pequeno barulho. Zayn parou de se mexer o foi para a escada, para ver se tinha algo ali.
– Nada... – ele murmurou. Não aparentava ter nada por ali.
Mas antes que pudesse concluir algo, um barulho forte de porta veio de trás de si e o garoto virou assustado, dando de cara com cinco homens assustadores, três vezes maior que ele. Por que raios eles SEMPRE os achavam? De onde tinham vindo? Não fazia ideia... Talvez por janelas, que levavam até as outras salas.
– Hã... Harry? – Zayn falou um pouco mais alto sem se mexer do lugar – Será que dá pra ir mais rápido aí?
– Espera Zayn! Eu já vou! – Styles berrou de volta.
– Então, rapazes... Tudo bem? – Zayn sorriu nervoso.
– Peguem-no.
Os cinco vieram para cima do pobre garoto. Malik esbugalhou os olhos ao ver os grandalhões virem para sua direção e correu para o canto esquerdo, driblando os homens e conseguindo pegar uma cadeira (que estava no canto sabe-se lá o porquê) e batendo na cabeça de alguem antes que o atacasse.
– Harry!! VEM LOGO! – o rapaz gritou, desesperado, ao ver um dos homens no chão e os outros quatro vindo pra cima mais bravos – HARRY! ESQUECE TUDO ISSO! VEM LOGO HOMEM! TO PRECISANDO DE SUA AJUDA AQUI!
Harry juntou as sobrancelhas ouvindo os berros de Zayn e guardou todas as fichas, menos uma que ele levaria em mãos para casa.
– Homem impaciente...
O garoto arrumou as coisas e se levantou abrindo a porta.
– O que foi Zay... – ele mesmo se interrompeu ao ver uns quatro caras atacando seu amigo. Dois seguravam Zayn pelos braços, enquanto um batia em sua barriga e outro assistia tudo como se fosse um filme de comédia... Também tinha outro caído no chão, mas isso são apenas detalhes – A MINHA NOSSA SENHORA. – os quatro homens viraram para ver quem tinham gritado e sorriram ao ver Harry – Ish...
– Ele está com a ficha! – um dos caras falou, apontado para a mão do garoto – Me dê isso mocinho, ou você e seu amigo não saem daqui vivos... – Harry olhou para a ficha em mãos e para Zayn quase caindo desmaiado, todo acabado. Seu nariz sangrava e ele deu duas tossidas secas.
– Então... Soltem ele primeiro, que eu dou a ficha para vocês...
– Não confia na gente, mocinha? – um deles perguntou.
– E eu deveria? – Styles continuou com um tom desafiador – Soltem ele. Não confiam em mim? – ele disse, da mesma maneira que o desconhecido.
– E deveríamos? – o homem mais alto disse, soltando risadas dos outros – Olha aqui, mocinha, eu vou deixar bem claro pra você.... – ele puxou uma espécie de controle do bolso – está vendo isso? Esse botão aqui no meio – apontou para o grande botão vermelho – se você não entregar a ficha, eu aperto e sabe o que irá acontecer? Em minutos esse banco irá explodir e você, seu amigo e centenas de pessoas irão morrer – Harry engoliu em seco – Estamos combinados?
Certo. Com isso não poderia discutir, era um ótimo argumento para entrega-la. Só precisava rezar para que não a abrissem naquele momento, porque não ficariam felizes.
– Ok. Eu dou a ficha, mas preciso que vocês me prometam soltar meu amigo e não apertar o botão.
– Nós prometemos. – o homem disse.
Harry ajeitou a coluna e andou mais perto deles, entregando a ficha para um dos homens, que sem nem ao menos olha-la, entregou para um de seus amigos guardar em uma bolsa.
– Só temos um problema... – o grandalhão disse novamente – Nós não cumprimos nossas promessas! – e dito isso, ele levantou o controle e apertou o botão.
– O quê? – Harry entrou em pânico.
– Prendam-nos na sala.
Dois dos homens pegaram os braços de Harry e tacaram-no para dentro da sala que estava antes. O outro cara trouxe Zayn e jogou-o para dentro junto de Styles e antes que pudesse fazer algo o homem fechou e trancou a porta.
– Vamos embora, rapazes. Deixe o Can aí, não precisamos mais dele...
– Mas senhor...
– VAMOS LOGO! Temos cinco minutos! – Harry escutou do outro lado, entrando mais ainda em desespero.
– Não. Não. Não. Não! – o garoto começou a espancar a porta – Vamos abra! SOCORRO!
Harry andou para trás e pegou impulso correndo para frente e chocando seu corpo contra a porta. Não adiantou nada. A única coisa que conseguiu foi uma dor insuportável no ombro.
– Aaaah! Droga. – segurou o ombro – Droga. Droga. Mil vezes droga.
Zayn estava caído no chão, ainda acordado, mas tentando se recuperar das batidas. Ele deu mais algumas tossidas e foi tentando se levantar apoiando as mãos nas caixas.
– Zayn! – Harry se lembrou de sua existência – Você tá bem?
– To... – Zayn respondeu com a voz fraca – Temos que sair daqui Harry... – ele limpou o nariz.
– Eu sei! Mas como?? Eles trancaram a porta e... Nós vamos morrer! Nós vamos morrer! VAMOS MORRER! NÃO! EU NÃO QUERO MORRER!  SOCORRO! EU SOU MUITO JOVEM! ALGUÉM NOS AJUDE! O QUE EU FIZ DE TÃO ERRADO! ME DESCULPE, SENHOR! SOCORRO EU...
– HARRY! MANTENHA A CALMA! – Zayn berrou com dificuldade – Precisamos achar algo para abrir a porta. E eu já sei o que... – deu mais uma tossida – O policial que você pegou a roupa tinha uma arma... – Harry pareceu entender. Era verdade. Tinha se esquecido que estava com o cinto do guarda, e que nele se encontrava uma arma – Devem ter umas cinco balas aí, tenta estourar a fechadura.
– Ok... – Harry disse com pressa, tateando seu cinto até achar a arma.
Styles se posicionou na frente da porta, tentando ignorar a dor em seu ombro, e apontou para a fechadura. Nunca tinha atirado antes, não sabia fazer isso, mas teria que tentar. Teria que conseguir. A vida dele e de centenas de pessoas valiam aqueles tiros.
– ANDA LOGO, HARRY! – Zayn berrou e o amigo levou um susto, fazendo com que disparasse um tiro.
– QUE DROGA, ZAYN! NÃO APRESSA!
– Harry, devemos ter apenas TRÊS minutos. Da pra andar logo?
– Você tem razão.
Harry apontou para a fechadura e fechou um dos olhos mirando bem. Ele puxou o gatilho e um barulho alto foi escutado. Puxou outra vez, e outra, e mais uma. Zayn viu a fechadura fazer um barulho estranho e juntando suas forças ele chutou a porta, fazendo com que ela abrisse e batesse na parede.
Harry ia chorar de alegria, mas antes que isso pudesse acontecer, Malik puxou seu braço para fora da sala e os dois desceram as escadas correndo, indo para a parte de baixo do banco. As pessoas os olharam assustadas e Harry lembrou o motivo de estarem fugindo.
– BOMBA! TEM UMA BOMBA DO PRÉDIO! TODOS SAÍAM! VAMOS VAZEM! BOMBA! BOMBA! ISSO NÃO É UM TREINAMENTO!!!!! BOMBA! B-O-M-BA!
As pessoas olharam uma para as outras e ao ouvirem o desespero na voz do rapaz, começaram a correr desesperadamente para fora do banco, como um bando de formigas em um formigueiro que acabou de ser encharcado por uma mangueira.
O salão foi se esvaziando até não deixar mais ninguém. Harry e Zayn se encararam e correram para as portas de entrada.
3...2...1... BUM!
Os dois garotos que estavam já nas escadas da frente saíram voando para longe, caindo com tudo no chão. Harry acabou caindo bem em cima do ombro machucado e a dor foi tão grande que teve que segurar um choro. Zayn caiu e como já estava fraco, foi perdendo a noção das coisas em sua volta e acabou desmaiando.
As pessoas estavam todas aglomeradas em frente ao banco que não existia mais. A poeira alta de abaixou e pode se ver os estilhaços que sobraram, todos queimados e quase virando pó. Um som de cavalaria foi escutado e todos já sabiam que era da policia que ficava lá perto.
Harry se levantou com dificuldade, segurando seu ombro. Ele olhou dentro de seu casaco para ver se aquilo ainda estava lá. E estava. Com isso, aproveitando que ninguém os olhava, ele foi até Zayn e tentou levanta-lo com o outro braço, jogando-o em seu ombro bom.
Ele andou mais um pouco até chegar na carruagem que os aguardava antes. Pierre olhou assustado para os dois.
– O que houve? – perguntou o francês assustado.
– Nada, Pierre. Só nos leve para casa. Agora! – mandou Harry, entrando na carruagem e largando Zayn em um dos bancos, enquanto descansava no outro.
...
– Explodiram o banco? – Liam esbugalhou os olhos – Como assim?! Quem? Como sabiam que vocês estavam lá?
– Liam! – Kira advertiu-o – Pare de fazer perguntas. Eles não estão bem pra responder, não está vendo? – falou a garota enquanto terminava de enfaixar o ombro de Harry.
Harry parecia ter fraturado o osso do ombro e estava sentado no sofá agradecendo por estar vivo. Zayn dormia no outro sofá, tinham cuidado de seus ferimentos já, e com sorte ele não quebrou nada, mas ficara com um monte de roxos em seu abdômen.
– Não, Kira. – respondeu Harry – Tudo bem... – ele disse – Louis... Pegue meu casaco, por favor... – o garoto pediu – Tem uma coisa aí que vão interessar vocês.
– Ok. – Louis pegou o casaco e tirou de dentro do bolso um papel perfeitamente dobrado – O que é isso? – Tomlinson desdobrou a folha. Ela estava um pouco gasta e o seu lado esquerdo estava rasgado, como se tivesse arrancado de algum lugar – “Ficha de inscrição” – leu – É uma das folhas da ficha do assassino?
– É a única folha... Eu não sei se é do assassino, mas me pareceu suspeito... No nome ele só assinou Lockwood, e não tem nenhum foto no lugar que era para serem postas... Além do mais, não tinha mais nenhuma folha...
– Então, provavelmente, o ladrão tinha um ajudando no banco... – disse Niall, se sentando.
– E eu sei exatamente quem é... – disse Harry se arrumando após Kira dar o nó final em seu ombro – O homem que assinou lá embaixo!
– Jonny Whinprow – Liam pegou a folha da mão de Louis.
– Nós conhecemos esse Jonny hoje, tenho certeza... Como também tenho certeza que foi ele que avisou que estávamos aqui... Ele dever ter observado eu e Zayn sairmos com roupas de policiais e avisou alguém.
– Mas espera... Então a ficha que os caras roubaram, foi a ficha errada? – Kira perguntou.
– Foi. Não vão ficar muito felizes em saber... Mas eu sabia que algo poderia dar errado e acabei guardando essa e levando outra em mãos.
– Isso foi bem inteligente, Harry. – disse Louis – Muito bem – Harry sorriu.
– Agora vamos deixa-los descansar... Certo, meninos? – disse Kira se levantando – Vamos!
E assim os amigos saíram do quarto de Harry e deixaram os dois descansarem, afinal, esse não foi um dia muito fácil para os dois. Descobertas, caras maus, explosões... É. Esse era apenas o começo.
...
O homem estava sentado em sua cadeira de sempre. George bateu em sua porta, com uma expressão satisfeita.
– Pegaram? – o homem misterioso perguntou.
– Pegamos, chefe. – ele sorriu enquanto tirava da bolsa um envelope laranja claro – Aqui.
– Excelente. – o chefe abriu o envelope, tirando a ficha de dentro e abrindo-a com pressa.
Seu sorriso satisfeito de desfez e em seu lugar apareceu uma expressão raivosa. O homem passou a mão pelos cabelos e tentou controlar os berros que queriam sair.
– O que é isso? – se virou para George.
– Sua ficha, senhor... – o capanga engoliu em seco.
– Não. Isso não é minha ficha, seu idiota! Eu lá me chamo EDWARD? SEU IMPRSTÁVEL! Todos vocês são! Foram enganados! Aquelas crianças enganaram vocês... Simples assim! – George pareceu ficar sem reação. Nunca imaginaria uma coisa dessas.
– Sinto muito.
– SENTE MUITO? – o chefe tacou a ficha nele – Sente muito? Sente muito! Irá sentir muito quando nosso trato acabar e você ficar sem dinheiro para dar pra sua familiazinha? Hein? Sentirá muito? – o homem respirou fundo três vezes, segurando sua raiva – Chame Wess! Colocaremos em prática o plano B...  – George concordou, se retirando.


Oláaaaa minhoquinhas!
Tudo boooom?
Eu tbm to beeeem obg por perguntar!!!
Boooom, eu espero que tenham gostado
do capítulo.... ou não.
Aaaah meu amores, eu nem respondi os comments,
to com uma baita de uma preguiça e ainda
tenho q arrumar meu quarto então... assim é mais
rápido.
MESSSSSMOOO ASSSIM MUUUITO OBRIGADA
POR ELESSSS <3
vfdsbvdsgbb
eu vouuu continuar com 14 (puis certo agr sdjnfvsdfv)
e só para deixar vocês mais curiosas, o proximo
cap n tera armas, tiros, perseguições e tals...
Terá um momento legal entre Kira e Louis, viu?
fsdfvdv
Boom, só issssso.
Malikisses & Paynekisses
Lo <3


30 comentários:

  1. Ahhhhhhh continua pelo amor de Deus!!!!! Mal posso esperar pelo proximo cap. *---*

    ResponderExcluir
  2. to amaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaando looooo! serio ta muitlo legal <3333 continua pq eu to muito curiosa sua fic é a melho do blog amo muito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. aaaaaaaaaah que bom que estááá gostandoooo!!
      dkmsdv obggg

      Excluir
  3. Uhhhhh continua perfeito *-*

    ResponderExcluir
  4. Super perfeito :))) continua

    ResponderExcluir
  5. continua ta PERFEITOO

    ResponderExcluir
  6. AAAAH LOOOOOOO
    QUE TUDO!!! Ameeeeeeeeeei
    Sério põe mais pq preciso
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AAAAAAAH ANONIMA
      FDJNVFDV que boooom :))
      okeeeeeeey
      dcsc
      bjs

      Excluir
  7. OIEEE LOOO
    eu estou animada
    Já ouviu Move da Little Mix?
    VICIANTEEEE
    tipo a sua fic
    viu?
    CONTINUAAAAAAAA
    você ta arrasando sacou?
    agora uma parte da musica pra você:
    Hey, baby
    Tell me your name
    I gotta fever for you
    I just can't explain
    But there's just one problem
    I'm a bit old school
    When it comes to lovin'
    I ain't chasing you
    Been waiting
    I'm on a roll
    You've got to let yourself go

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oooooooooh you know that I've been waiting for yoooooooooou
      don't leave me standing all by my self
      mdlvbd adoro mto essa musica
      dsnfvds AAAAAAAAH q bom q ta gostando aninha do meu coreee!
      continuoooo <3
      bjs, Ana

      Excluir
  8. continuaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa é muito muito muito muito muito muito muito muito muito muito muito muito muito muito muito muito viciante sua fic tipo DIVA *_____* :-)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. yeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeep ekfmds obg obg obg obg obg obg
      fkldgvdgtn morri <3333

      Excluir