2/23/2014

Feel The Love - Cap 15 - Combinado ?


                                                           ***
       Estava no mesmo quarto de sempre.Mas agora não havia fumaça e nem fogo,apenas o silêncio.Era estranho estar ali,não sabia o porque,mas era.
Na cama,havia um menino,estava deitado nela.A Tv estava ligada,mas ele não prestava atenção.Cheguei mais perto dele,ficando ao seu lado,mas ele não tinha percebido minha presença.Passei minutos o olhando e adoraria ficar mais tempo assim,mas ele percebeu e me olhou assustado,abrindo um sorriso surpreso logo em instantes.Ele me conhecia,sabia disso.Ele falou algo,mas tudo o que eu ouvia era ruídos,até que ele falou seu nome,mais alto e claro,e quando estava prestes a conseguir conseguir ouvi-lo...


Toc.Toc.Acordei assustada,olhando no relógio,que marcavam  7:35 da manhã.Desbloquei meu celular e vi umas quatrocentas mensagem da Eleanor, algumas da Smith,uma do Jake e umas ligações do Harry.Eu tinha esquicido da Els,de como eu tinha a deixado preocupada ontem quando sai da faculdade.Não tinha ido dormi lá,então certamente ela ainda estaria preocupada.Mas isso ficaria para depois.

Hoje era sábado.E todos os finais de semana,a faculdade libera os alunos para irem para suas casas ou ficarem com suas famílias,mas como eu só tenho Sr.Wigous(meu apartamento) eu decidi ficar aqui,abandonando a Eleanor e o Jake.

Eu realmente estava irritada,poxa,hoje era sábado,um único dia que eu posso dormi até mais tarde,não me preocupar com nada,apenas relaxar e alguém decidi vir encher meu saco.Eu esperei até que desistissem e fossem embora,mas continuaram apertando a campainha.
Levantei rápido da cama,me fazendo cair no chão em seguida.Me levantei novamente e fui cambaleando até sala.
- Que é ? - gritei,abrindo a porta. - Ah,é você. - deixei a porta aberta para o Styles entrar.
- Bom dia Ally.Ah,eu vou bem,obrigado por perguntar.Você realmente é muito gentil. - ele falou brincando.
- De nada.O que você está fazendo exatamente aqui ? - tentei perguntar da forma mais gentil possivel.
- Vim te visitar.
- Claro,as 7 da manha. - bufei irritada. - E você me viu a algumas horas atras.Isso tudo é saudade ? - me arrependi de ter falado isso,pois ele me olhou abrindo um grande sorrriso.
- Olha,não precisa ficar nervosa.Trouxe café. - ele estendeu a mão,sorrindo e me dando um.Nossas dedos meios que se embaralharam no processo, e no fim,ele acabou segurando minha mão.Mas eu logo a soltei,não que ele não pudesse segurar minha mão,mas não era o momento mais agradável para isso,por mais que ele fosse ótimo com conselhos e tudo mais.Com certeza não era o momento.
- Hum,capuccino. - falei,tomando um gole,e fechando os ohos para saboriar o  gosto.
- É bom não é ? - ele deu um gole também. -Mas,eu não sabia que você gostava.
- Na verdade,eu nunca tomei,só uma vez com a Eleanor,mas não tinha o mesmo gosto.E sim,é realmente bom. - dei um pausa para mais um gole. - E eu também não sabia que você gostava.
- É você tem razão.Isso era pra eu ter falado naquele dia do parque. - ele falou de propósito,tinha certeza,pois ele esperou a minha reação e deu um sorrisinho no final.
- Ainda não sei o que você faz aqui. - mudei de assunto,colocando o copo de café em cima da pia.
- Te visitar ué.
- Mas não é só por isso.
- Não,não é.
- Então porque você veio ?
- Você se irrita fácil,meu deus. - fez uma voz um tanto gay,me fazendo ri de imediato.
- E você vai sair daqui bem fácil também se não me falar porque veio. - ele fez uma careta.
- Os garotos tinha uma festa comunitária para ir,não curto esses tipos de festas.
- Claro...você prefere as que tem bebidas e mulheres gostosas.
- Na verdade,eu não gosto mesmo de ver pessoas doentes e não poder fazer nada por elas. - ele me encarou. - Mas as garotas e bebidas também vale.

Eu ri.Como ele podia ser gentil e cafajeste ao mesmo tempo ? Ele realmente era inacreditável.Eu não falei nada,apenas o vi andar pelo meu apartamento,vendo cada pedacinho da sala.
- O que você tanto vê ? - perguntei o seguindo. - Não tem nada demais por aqui.Ele é pequeno e meu tipo de organização não é dos melhores.
- Por isso mesmo.Pelo fato de você arrumar do seu jeito e de ele ser pequeno e confortável.Como a casa do Hobbit. - eu ri.
- O do Hobbit ainda é maior do que isso. - agora foi a vez dele de rir.
- Mas tá valendo. - ele confirmou.
Ele terminou de ver minhas coisa e ficou um silencio constrangedor entre agente.Nós não tínhamos o que falar.
- Mas então,qual é a das roupas simples de novo ?
- Como eu disse antes,privacidade é algo bom. - explicou ele.
- Sei bem. Acredite, já fui xingada o suficiente.
Harry encolheu os ombros, como se pedisse desculpas. Apenas dei de ombros, despreocupada, ele não poderia ajudar.
- O que é isso ? - ele tentou  puxar assunto novamente. - Cartas ? Você tem algum admirador secreto,senhorita Ally ? - ele riu baixo.
Não sabia se isso tinha saído de uma forma como ciúmes,ou de surpresa.Realmente,não  conseguia entender.
- Tá mais pra investigador secreto. - eu ri,mas ele me olhou confuso.Suspirei e fui até ele.Acho que eu podia falar pra ele sobre as cartas.Talvez Harry poderia entender. - Algum cara maluco me mandou essas cartas.Tem umas 40 desde que eu cheguei em Londres.
Ele pegou uma carta e a abriu,e viu que falava tudo o que tinha acontecido naquele dia.
- Ele mandava todo dia - e ainda manda - A primeira carta foi as 11 da manha.A segunda,foi as 9 da noite,e a terceira,foi as 3 da manha do dia seguinte.Eu nunca entendi,mas sempre foi nessa sequência.
Harry estava pensativo,olhava cada carta e via as horas.Ele estava mais pensativo do que o normal,e isso era estranho.
- Ally...-  ele me chamou,ainda pensativo - Quando que você faz aniversário ?
- Dia 11 de setembro de 1993.Por que ?
- Por que é muita coincidência...olha ! - ele me mostrou em uma das cartas,e os horários vinha nesse mesma ordem.
- Mas olha essa...- apontei para uma. - A data é diferente.Quem faz aniversário dia 13 de setembro de 1993 ?
- Niall.

                                                                                                                   ***

Trabalho.Isso que resumia os meninos.Eles davam muito trabalho e demoravam horas para se arrumar e ficar prontos.E quando todos finalmente consegui sair de casa a tempo,acontecia alguma rcoisa,fazendo eles se atrasarem mais ainda.
- NIALL ! VAMOS LOGO ! - Louis chamou o amigo mais uma vez.
- Desiste,cara. - Zayn falou,se jogando no sofá. - Ela tá com caganeira.
- Ei ! - ele desceu correndo as escadas,enquanto todos riam.
Os meninos iam para uma entrevista comunitária,só o Harry que não gostava dessas coisas e inventava alguma mentira e não ia no dia.
- Harry não vai mesmo ? - Liam perguntou.
- Nope.
- Ele nem esta ai. - Niall disse.
- Ele deve ter ido na casa da Ally. - Louis comentou sorrindo maliciosamente.

(...)

- Eu desisto ! - Liam falou derrotado. - Você é muito bom nisso,Sr.Willians. - ele falou enquanto o senhor ria orgulhoso.
 Liam jogava xadrez com um senhor com uns 70 anos,da festa comunitária.A festa inteira era assim,e mesmo que fosse com velhinhos,ou crianças doentes,os meninos adoravam isso.Era um jeito de eles se distraírem,e nem precisavam de bebidas para isso.
- Ok.É minha vez ! - Louis gritou,se sentando ao lado do Sr.Willians. - Pronto para lutar com o grande Tommo aqui ? - fez uma voz grave. - Olha que não tem volta,hein...
- Isso é só xadrez,meu jovem. - O velhinho brincou.
- Pois é meu senhor,mas esses tipos de jogos abusam da inteligente do Louis. - Niall falou rindo.
- Isso mesmo. - Zayn e Liam concordaram,deixando Louis irritado.
- Ok ! - ele falou,levantando as mãos. - Vamos começar.

                                                                                                                 ***

Eu e Harry nos encontrávamos sentados no sofá,encarando as cartas com os inúmeros números de datas e horários.
- Só uma pergunta...- Harry se levantou e me encarou.- Porque ? Porque ele fica mandando essas cartas ?
- Eu te responderia seu eu soubesse. - falei,um tanto irritada,o que deixou Harry confuso  e sem entender mais nada.
- E se esse cara é um psicopata...Ally você pode estar correndo risco de vida.
- Se ele fosse isso,já teria feito alguma coisa. - eu falei novamente,dando de ombros.
Minutos depois,ouvimos um barulho vindo da porta,e logo em seguida,um pequeno envelope se encontrava no chão.
Harry foi até o mesmo,ainda desconfiado do que tinha acabado de acontecer.Foi andando devagar,até chegar a porta.Pegou a carta e a abriu,lendo logo depois,que dizia:
"Olá Ally,
Não sabia que andava compartilhando minhas cartas com o Harry Styles.Isso é algo curioso,mas,tome cuidado,compartilhar coisas demais acaba sempre chegando no seu limite.E para falar a verdade,isso não é algo bom.
Nos vemos em breve.
H."

- Eu.Vou.Quebrar.a.Cara.Desse.Cara - Harry falou,pausadamente,cheio de raiva.Me deixando assustada.
- Deixa eu ver... - peguei a carta de sua mão. - O que ele quis dizer com..."compartilhar coisas demais acaba  sempre chegando no seu limite" - perguntei,ainda confusa.
- Só um minuto. - ele pegou seu celular.
- O que está fazendo Harry ?
- Ligando para um detetive.
- O que ? Não ! Ficou louco ?
- Eu fiquei louco ? Esse cara te manda mensagens te ameaçando,e eu que sou louco?
- Ele não me ameaçou diretamente... - Harry bufou,se sentando no sofá.
- Deixa eu te ajudar,Ally... - ele falou baixo,de uma forma tímida. - Pelo menos nisso.
- Harry...
- Olha,eu esbarrei em você naquele dia,eu quase te atropelei na neve e já te meti em uma furada com minhas fãs.Deixa eu te ajudar...Por favor. - ele implorava,de um jeito bem fofo,para falar a verdade.
- Tá bem. - cedi.Ele já sabia mesmo,deixa-lo fora disso só pioraria ainda mais minha situação.
- Serio ? - ele falou um tanto animado.
Ele se levantou do sofá e veio em minha direção,me dando um abraço.Não sabia se o abraçava também ou apenas ficava imóvel.Meio pescoço ficou no seu ombro,e dali,conseguia sentir suavemente o cheiro delicioso do seu perfume.Era um cheiro gostoso,e me dava uma sensação boa.
- Hm...Harry ? - o cutuquei. - Você pode me soltar agora.
- Eu to bem aqui. - ele falou baixinho,não tinha certeza se o ouvira direito.
O cutuquei novamente,tentando separar meu corpo do dele.
- Ah,me desculpe. - ele coçou sua nunca,um tanto nervoso,mas logo mudou de assunto - É que sabe,ninguém me deixa ajudar em alguma coisa,me acham desastrado demais. - arqueei as sobrancelhas,o olhando confusa.
- Mas é claro que eu não vou fazer nada errado. - ele se virou,ficando de costas para mim,mas na mesma hora,seu braço esbarrou em um copo que(magicamente) apareceu ao seu lado,o deixando cair.
Ele encolheu os ombros,pedindo desculpas. - Isso realmente não era para ter acontecido.Era pra eu virar e sair desfilado tipo aquelas estrelas de Hollywood. - riu.
Eu bufei,pegando os cacos de vidros e o colocando no lixo.
- Mas eu posso te ajudar ainda não é ? - perguntou novamente.
- Claro. - ri do seu nervosismo.Acho que era realmente especial para Harry,sabe,ajudar alguém.E no fundo,eu me sentia feliz por ele estar me ajudando.
- Então,combinado ? - ele esticou a mão,ainda desconfiado.
- Combinado. - essa simples palavra fez Harry abrir um sorriso bobo e um tanto feliz,mostrando totalmente suas covinhas.

E então por um momento eu reparei nele.Ele vestia uma calça jeans clara surrada,uma jaqueta bem clara também com uma camisa do Rolling Stones por baixo.Um All Stars que,na minha opinião,tinha a aparência de bem velho e gastado.Seus cabelos estavam perfeitamente  arrumados,deixando seus cachos em seu devido lugar,seu sorriso torto  totalmente confiante.Seu perfume era tão forte,mas ao mesmo tão gostoso de se sentir,que eu poderia passar horas ali,apenas o sentindo e o admirando.Então,pela primeira vez em um bom tempo,eu me sentia atraída por um garoto...Harry Styles.



 



 HEEY PESSOAS !!
Tudo bem com vocês?
Bom,espero que estejam bem \õ/
EU SEI...demorei um bucado para postar,
mas eu realmente estava sem tempo,com o 
começo das aulas,escola nova,materia nova e bla bla bla,
eu quase não entrei no pc.Mas enfim.
To postando agora
(meio tarde eu sei,mas...)
Como foi a semana de vocês ?
Cara na minha escola só tem estranho '-' 
MAS,ok.
Cara,vocês viram os irmãozinhos do Louis ? 
Que coisa mais fofa *---*
 Tenho certeza que o Louis vai mimar muito eles :3
 Doris e Ernest vão ser a coisa mais linda do mundo *00*
Bom,só isso ! Espero que vc's tenham gostado do cap !
E comentem! Isso iria me deixar muito feliz.
Nem que seja um "oi" ou "legal" ou "ruim"
É a opnião de vocês,
e eu vou gostar muito de ver!
Só isso !
Beijoos
Até mais.
XxJuh


4 comentários:

  1. oi seu nome é julia ou juliana?
    ps: amei o capitulo

    ResponderExcluir
  2. Adorei Juh ! Continua (:
    ~Mrs.Malik

    ResponderExcluir
  3. Oii, continua pfv, to amando a fic <3

    ResponderExcluir
  4. Adorei Juh ! Continua (:

    ResponderExcluir