9/21/2013

Feel The Love - Cap 5 - Dia estranho,gente estranha


 Ally POV's

Londres estava frio naquela noite,minha primeira noite em Londres,e eu não aguentava andar mais nenhuma passo.Não tinha ninguém na rua naquele momento,o que me fez ficar com um pouco mais de medo,e para piorar,tinha quase certeza que estava perdida.Queria sair da li o mais rápido possível,sem nem sequer olhar para traz ou vê se tinha alguém junto ou perto a mim.Mas do que ia adiantar ? Sou uma completa estranha,em um lugar estranho...

Harry POV's

- Acho que pode ser o irmão. - Niall disse olhando atentamente para a foto.
- Pode ser um primo também. - Louis se sentou ao meu lado.
- Talvez um amigo...- Liam se aproximou com um sanduíche na mão.
- Ou um cara qualquer...Quem se importa ? - Zayn falou em um tom desanimador e com tédio.
- Continuo achando que pode ser o namorado. - Nós nos olhamos novamente,estávamos sentado no chão da sala,em círculo,tentando descobrir o que era exatamente aquela foto.Parecíamos detetives tentando desvendar um crime, a única diferença,é que não há crime algum.
Tinha chegado da Charllote Street há alguns dias,e desde então não larguei a caixinha.Aquele pequena caixa com uma fotos,estava agora em minhas mãos,na frente,avia apenas um palavra expressa,quer dizer,isso não significa nada,pode ser só uma caixa qualquer que já estava lá no chão um bom tempo,mas de qualquer forma,eu era curioso demais para não fazer nada,ou não dá uma sequer olhada nas outras que tinham ali.

- Repetindo...Quem se importa ? Qual é Harry,é apenas uma caixa. - Zayn se levantou - E podem existir milhares caixinhas em Londres.Isso não quer dizer nada,e além do mais,quem te garante que isso é de uma garota ?
Zayn subiu as escadas,segurando sua jaqueta nas costas.No fundo,ele tinha razão,mas o que custa tentar,certo ? Nós nos levantamos e cada um foi para seu quarto.Eu resolvi sair,não tinha nada o que fazer em casa mesmo.E como alguma desculpa,disse que ia em um show que ia ter em umas ruas um pouco longe dali,mas para não se preocuparem.

                                                                          (...)

Qual o problema das pessoas não me venderem pão ? Só por que é quase 1h da manha ? Que bullying. Eu estava com fome,e não tava com nenhuma vontade de voltar para casa e comer alguma coisa,até que avistei que tinha um barzinho na próxima esquina.Coloquei meus óculos escuros e adentrei no mesmo,mas do mesmo jeito,os caras que provavelmente estavam bêbados me olharam estranho e com cara de nojo.Estranhos.
Me sentei em um banco perto do balcão,querendo apenas um hambúrguer ou batatas fritas,mas foi muito pelo ao contrario.Quando eu fui ver no menu,mudei de ideia totalmente.Preferi pedir uma água mesmo.
- Água ? - o cara do balcão riu irônico. - Nos não vendemos água aqui.
- Toma essa aqui. - veio outro cara grandão,com alguma bebida na mão. - É uma Utopias,um gole,e você vê maravilhas.E como eu sou um bom garoto(e não tava afim de apanhar) peguei o copo,e bebi tudo de uma vez,mas no mesmo instante,cuspi  todo o liquido que se mantinha na minha boca na cara do grandão.E então,ele passou levemente a mão pelo rosto,me olhando com uma cara de raiva.
- Sabe o que é...Então,érh,eu tenho que ir. - Sai correndo o mas rápido possível.
- Volta aqui,quero o meu dinheiro.

 Eles começaram a correr atrás de mim,mas não era só o cara grandão,era uns 3.E naquele momento,como eu queria não ter sentido fome e não ter entrado no bar.. Me contentava apenas com um não do cara da padaria.Eu bufei enquanto corria.Entrei em um beco escuro,e que corria esgoto pelo canto.Respirei fundo e fiquei ali por um tempo,até que vi eles passando direto,e virando em uma esquina,ficando o suficiente longe de mim.

Quando achei que era seguro sair,fui em direção ao centro,já que não fazia a mínima ideia de onde eu estava.Minha cabeça latejava,aquela bebida era realmente forte,fui cambaleando pela calçada até que, vi ela novamente.Estava de cabeça baixa,e talvez,provavelmente perdida.Como eu.Parecia sentir frio também,e como antes,olhava atentamente para o chão e depois,para o céu,o qual olhei em seguida.Tinha poucas estrelas,estava nublado e com uma breve impressão de que iria chover.Ela vestia aquele cachecol,o mesmo de alguns dias atrás.Seria uma boa oportunidade de eu poder falar com ela novamente,ou apenas admira-la.Suspirei e andei em sua direção,ela se mantinha parada,por que talvez se desse mais algum passo,se perderia novamente.O chão estava úmido,e se ela fosse uma fã,começaria a gritar e pular,mas eu pouco estava me importando com isso,e além do mais,ela não tinha cara de histérica.Continuei indo em sua direção,e então ela se virou para mim,e ela me olhou com uma expressão de medo,mas mesmo assim nos olhos se encontraram.Eu ainda mantinha meus óculos escuros,e vestia uma roupa preta com uma touca,talvez isso não a fez me reconhecer.Fui me aproximando dela,mas a mesma se virou e andou mais rápido,tentei segui-la,mas foi e vão,já que aquela rua começou a se encher.E eu tinha me esquecido,que era exatamente ali,que ia ter um pequeno show.E aos poucos,fui perdendo a visão dela,me fazendo parar e olhar ao meu redor,mas de qualquer jeito,continuei seguindo em frente.Coloquei as mãos no bolso,ajeitei minha touca e fui caminhando,mesmo com um monte de gente na minha frente.Acabei esbarrando em alguém,o que me fez dar um passo para traz,me desequilibrando.E quando eu vi quem era,engoli seco e respirei pesadamente.
- Acho que você nos deve algo... - ele me olhou,estalando os dedos em suas mãos.
Tentei me virar para o outro lado,mas estava cercado.Engoli seco mais uma vez,escapar dali,seria impossível,e com certeza,estava numa fria.


Ally POV's

Eu nunca mais ando sozinha em Londres outra vez.Além de estar perdida,estou cheia de fome,meus pés estão formigando e meus dedos congelando.Andei mais um pouco até o centro,aonde eu vi mais movimentos,o que me deixou aliviada.Caminhei em direção a uma pequena lojinha de bazar,aonde achei informações suficientes para poder voltar ao hotel.

                                                                        (...)

Depois de um tempo,quando cheguei ao hotel,subi correndo ao meu apartamento,logo na hora que o hotel estava cheio,me deu vontade de ir ao banheiro.E para piorar,o carinha do elevador,era mais lerdo que minha vó,e por causa disso,tive que ir de escadas.Quando cheguei no meu andar(quase mijando) resolvi perde a chave,por sorte,tinha outra de reserva.Abri apressadamente e adentrei na sala.Fui correndo para o banheiro,mijando litros de líquidos amarelados. Depois que voltei a sala,cambaleando,me joguei no sofá,aonde passei a noite.Com certeza,teria noite piores em Londres,porém essa foi uma das primeiras.






 Heeey nutellas ! 
Olha a hora que eu estou postando u.u kkk
Eu nem ia postar hoje,por que estava sem internet e fui meio mal no teste de geometria.Mas enfim,estou aqui, postando, já que vi que a Elo está de castigo por causa da Prof de Port.e das notas vermelhas :( Estamos contigo Lo,força !
Eai ? Como estão ?  
Eu estou bem \õ/
Vocês conhecem a mús
ica do mamute ? Não ? Ok.
Bom,espero que tenham gostado do cap,me esforcei para deixa-lo bom,mas acho que não ficou '-'
E só isso ! Beijoos (:
Boa noite \õ/

XxJuh

 

 


10 comentários:

  1. Continua ! Está muito bom (:

    ResponderExcluir
  2. eu estou bem tbm o// hahaha.. continua frô ta mto bom :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Heey ! Haha' Que bom \õ/
      Okeey obrigada !
      Isso me deixa muito feliz :3
      Beijoos

      Excluir
  3. Adorei ! Estou bem tbm (: Continua ><

    ResponderExcluir
  4. Continua !! Amaaando \o

    ResponderExcluir
  5. Que show ! Amei haha' (:
    Xx Mrs.Malik

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. bhfjfvjh *------* Que bom que você gostou
      Fico muito feliz \õ/

      Excluir